Eventos e indicadores econômicos

 

Ponderando os impactos da pandemia de Covid-19 de um lado e as medidas contracíclicas adotadas pelas maiores economias de outro lado, os mercados internacionais têm uma manhã de movimentos sem tendência definida. Enquanto escrevemos este boletim, os índices futuros de bolsa em Nova York recuam, após terem registrado ganhos consideráveis durante a madrugada – movimento análogo ao observado na maior parte das bolsas asiáticas e europeias nas últimas horas. As taxas oferecidas pelos títulos do Tesouro norte-americano recuam moderadamente. O dólar perde um pouco de força ante as principais moedas do mundo.

Cenário internacional

Investidores em todo o mundo monitoram atentamente as medidas adotadas pelas maiores economias do planeta no enfrentamento à pandemia global de Covid-19. Na noite de ontem (24), congressistas republicanos e democratas e o governo de Donald Trump chegaram a um acordo preliminar em torno de um pacote de estímulos econômicos estimado em US$ 2 trilhões para proteger a economia norte-americana das consequências da doença.

Ainda ontem, Donald Trump afirmou que a decisão de abrir a economia do país, em meio à pandemia de coronavírus, será "baseada em fatos e números". "O objetivo é aliviar medidas de distanciamento social", reforçou o republicano. O presidente norte-americano voltou a mencionar o domingo de Páscoa como uma possível data para a reabertura da economia norte-americana. Ele reconheceu que "ninguém viu algo assim (como a pandemia de Covid-19) recentemente", mas afirmou que a crise atual é "de saúde, e não financeira".

Na Europa, os dados econômicos já vão mostrando impactos da doença. O índice alemão de confiança econômica Ifo passou dos 96,0 pontos de fevereiro para 86,1 pontos em março, ficando um pouco abaixo dos 87,7 pontos reportados em caráter preliminar na semana passada.

No Reino Unido, a inflação aos consumidores ficou em 0,4% em fevereiro, resultado ligeiramente acima do esperado pelos analistas do mercado financeiro. Com isso, a taxa anual de inflação dos britânicos passou para 1,7%. Quando excluídos os itens mais voláteis (alimentos e energia), a taxa anual de inflação do Reino Unido também ficou em 1,7%.

E a agenda de indicadores a serem conhecidos hoje traz os dados sobre encomendas de bens duráveis nos EUA em fevereiro.

Cenário local

O IPCA-15 de março, espécie de prévia para a inflação oficial do mês, a ser divulgado no início de abril, ficou em 0,02%, resultado abaixo do que o esperado pelos analistas de mercado. Em 12 meses, o indicador passou dos 4,21% no mês passado para 3,67% neste mês. Vale destacar que esta foi a última apuração de IPCA/IPCA-15 medida por meio de coletas presenciais dos colaboradores do IBGE. A partir do IPCA fechado de março, as apurações passarão por coletas de dados alternativas, como on-line, por telefone ou repetição de dados anteriores.

Após o discurso em que advogou pelo fim do “confinamento em massa” (no qual voltou a falar em "histeria" sobre a pandemia, criticou o fechamento de escolas, a proibição de transporte e o fechamento dos comércios, além de criticar o trabalho da imprensa), o presidente Jair Bolsonaro recebeu críticas de uma série de autoridades, inclusive dos presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, de governadores, ex-presidentes da República e até mesmo de membros do Planalto. Entre profissionais da saúde, há certo temor de que o discurso interfira na atuação do ministro Luiz Henrique Mandetta, cujo trabalho de enfrentamento à pandemia de Covid-19 tem sido elogiado por especialistas.

De acordo com a Agência Estado, lideranças do Congresso estão negociando a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do “Orçamento de Guerra” para agilizar os recursos ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Segundo a reportagem, uma versão é negociada com a equipe econômica. Um grupo defende que o decreto de calamidade pública, aprovado pelo Congresso, já possibilita a execução dos gastos, mas a área técnica tem dúvidas. As propostas abrangem a ideia de suspender temporariamente a "regra de ouro", que está prevista na Constituição e impede o Tesouro de se endividar para pagar despesas correntes, como salários. Também se estuda a criação do Conselho Fiscal da República, com representantes da União, de Estados e Municípios e dos Poderes Legislativo e Judiciário.

Ontem, o Senado aprovou a Medida Provisória (MP) “do Contribuinte Legal”, que regulamenta a renegociação de dívidas de pessoas físicas e jurídicas com a União. A norma possibilita que o governo negocie os débitos abrindo margem para um "novo Refis". Se for aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro, a MP será um mecanismo para que o governo receba débitos que dificilmente seriam pagos no cenário atual. O texto se limita a dívidas classificadas como "irrecuperáveis ou de difícil recuperação". Débitos relacionados ao Imposto de Renda (IR) e à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), por exemplo, poderão ser renegociados. Dívidas com o Simples Nacional e o FGTS, por outro lado, não estão incluídas. De acordo com o governo, será possível alcançar 1,9 milhão de devedores, cujos débitos inscritos na dívida ativa da União superam R$ 1,4 trilhão. Além disso, um montante de R$ 600 bilhões em processos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) poderá ser incluído nesse novo Refis.

No que diz respeito à proposta da Medida Provisória 927, que entre outros pontos previa a suspensão de contratos de trabalho por até quatro meses, uma reportagem da Agência Estado aponta que os prazos para a suspensão dos contratos de trabalho ou redução de jornada e salário durante a crise do novo coronavírus ainda estão sendo avaliados pelo governo, mas uma alternativa seria a possibilidade de vigência da suspensão por dois meses. Já a redução de jornada e salário poderia ser acionada por três meses.

Por fim, vale comentar que a Petrobras anunciou ontem à noite uma redução de 15% no preço do litro da gasolina nas refinarias. Foi a terceira queda em dez dias e a décima no ano, acumulando uma redução de 40,5%. Essas reduções ainda não foram repassadas aos postos que atendem os consumidores: o preço da gasolina no varejo está cerca de 4% mais baixo do que há um ano, segundo a ANP.

 

Fonte: Bloomberg

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

CNI firma parceria com multinacional com objetivo de ampliar inovação aberta na indústria

July 3, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Todos direitos reservado para Acecon Solutions © 2018

Siga a gente:

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone LinkedIn